Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

O sonho de Pultão...

Meus Pensamentos - Gabriel Jason
Meu sonho é voar. Olhar de lá de cima aquele monte de formiguinhas no mar de gente. Perder-me nas nuvens, e nunca mais me encontrar!
Queria muito bater asas, dar largada numa corrida com um avião, e mesmo que no final ele ganhe, ter a noção de que não foi em vão.
Poder, se eu quisesse, estar em mais lugares, sem me preocupar tanto com carro, trânsito, estacionamento. Gente, é muita espera e muito congestionamento!
Se eu pudesse voar eu estaria lá no céu, mas visitaria o mar quando pudesse, me refrescar, tomar sol na areia e voar dali para casa, e de alma lavada, me deitar cansado numa rede armada no quintal.
Ah que bom seria.

Mas pensa que é fácil ser aéreo?
Estar a todo momento num lugar diferente e ser interrompido por todo tipo de gente. Deixar sua viagem dos sonhos para dar atenção ao bisonho mundo que construímos. Esquecer que estamos presos nos problemas dos outros e, mesmo sem os nossos, não ver liberdade alguma.
Me perdoe, não quis ser malvado, só queria estar em consonância completa com o infinito que habita dentro e fora de mim, mas ainda não descobri o caminho neste labirinto de gente perdida.
Acordar dos sonhos não é ruim. Nem ser acordado por quem não sonha. O que me pede socorro é o coração aflito de quem sonha e não se encanta com o voo das gaivotas, gritando por uma paisagem semente de tanta vida! Abrindo os portões dos seus sonhos e se deixando levar pela brisa morna que sai te carregando todo o peso, liberando suas mãos e relaxando os pés cansados lhes tirando toda a pressão.

Enquanto esse sonho se demora, eu continuo acreditando nos sonhos que sou capaz de realizar, experimentando o que tenho vontade e deixando que o mundo siga seu caminho, sem interromper os sonhos dos outros que compartilham ou não do meu.
Acredito ser essa a maior dádiva que me foi dada. A empatia que me negam, ofereço sem pedir nada em troca. Empático, simpático e gentil como os sonhos que nos oferece Morfeu durante o sono. O descanso que nos oferece Hipnos durante a noite. E ao acordar, contemplar toda a sorte de maravilhas que o mundo nos proporciona todos os dias, com todas as cores, com todas as luzes. Luzes de Sol. Luzes de vida. As luzes das estrelas que em cada um de nós habita. Mas especialmente as luzes dos sonhos que não se perdem quando abrimos os olhos. Pois ao acordar, elas se deitam para descansar e esperam tranquilos a gente voltar.
Bons sonhos...

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!