Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

Eu sou e você também...

Sou sozinho. Não sou só.
Sou forte demais pra você!
Sou sim! Mas não sou pedra, nem ferro e fogo.
Sou fraco demais pra mim... me quebro inteirinho com uma simples palavra.
Mas quebrar não quer dizer que me jogo fora.

Sou sozinho, não fico só.
Me faço companhia quando a muvuca externa me deixa entediado.
Não sei ser aquele que fala besteira para fútil entretenimento.
Não sei rir de palhaço mal criado.
Nem de quem diz qualquer coisa para ser Sol fora de hora.

Só quero seu sorriso, não quero mais nada...
Não me importa sua vida, me importo com sua pessoa.
Não me importam suas palavras sem significado, me importo com o que você fala.

E se nada disso importa pra você, por favor, pode ir embora.
Aqui não há espaço para quem não mora dentro de si mesmo.
Aqui é um lugar de quem tem espaço de sobra para quem não sobra em nada!
Para quem sabe que tem muita vida pela frente!

Um comentário :

  1. Moro sozinha. Sou outonal. Esta tarde, caminhando pelo jardim da minha casa, senti o prazer de estar no silêncio, com as plantas, os passarinhos, meus pensamentos e me lembrei como vivo bem comigo mesma. O vento de outono e a tarde fresca me encantavam. O silêncio. A vila longe. Certo dia me perguntaram o que faço, sozinha, em casa, nos fins de semana... Hoje me lembrei disso e sorri para os meus pincéis de porcelana: não estamos sós! Passei por causa do sumiê, pelo quê estou apaixonada no momento. Acabei lendo outras coisas, pois uma alma que ama sumiê é uma alma linda. Entendi tao bem o seu texto! Felicidade!

    ResponderExcluir

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!