Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

Waterfall...

E para todo lugar que eu olhava havia um arco-íris. Ele estava em mim...
Existe uma qualidade que desenvolvemos com o passar dos anos que decorre da resolução dos obstáculos, seja ela positiva ou negativa, que é a capacidade de encontrar serenidade em meio à tormenta. Apenas um segundo basta dessa incrível habilidade para que possamos resolver de uma vez por todas aquele problema que estava interpelando nossa caminhada.
É um momento que o tempo para; vemos tudo à nossa volta paralisado e que acontece inconscientemente; e neste segundo temos o chamado "estalo" e encontramos a resposta para sair de uma enrascada.

Tive esta experiência, conheci esse estado de pura inanição global quando me sentei finalmente ao pé de uma cachoeira. Uma sensação inebriante de paz em meio à violenta e fria queda d'água. Me batendo com força, gelando a alma, caindo na cabeça, nas costas, em todo o corpo. Mas havia naquela água e embaixo da brutalidade uma paz ainda mais terrível. A paz que faz com que a gente se sente de frente com nosso eu, olhe diretamente nos olhos de cada desafio e permaneça intacto, forte, postura ereta, cada coisa no seu lugar e separadas para assimilação completa. A magia desse estado de espírito, a ativação de tão importante habilidade que não sabemos controlar é plenitude.

Efêmera.
Passou tão rápido, voltando então a perceber, a força da água fria que oprimia minhas costas cansadas e os problemas continuavam onde estavam. As vozes ao meu redor voltaram a ocupar-me os ouvidos, o próprio som da minha mente que não se cala estava de novo a colocar em pauta todas as minhas responsabilidades, atividades, necessidades e desejos. O mundo voltava a ser o que sempre foi. A diferença é que pela primeira vez, tive consciência daquele estado de dormência e infinitude que acontece em apenas um segundo, mas que faz nossa mente ter uma visão de 360º sobre nossa situação, 100% focado no presente.

Sensível.
Um único segundo, e a resolução esperada para o desespero; uma solução lúdica e fresca para a situação interminável; e aquele momento de paz que fica na memória, o sentimento da plenitude do ser.
Finalmente: Ser... Uma habilidade de super-herói, mente e consciência se fecham e unem para uma confraternização resolutiva. Acaba-se o impedimento que prejudicaria todo o corpo. Quantas vezes sentimos e ignoramos esse estado de poder infinito, pelo simples medo de sentir e de arriscar uma solução tão simples, que só poderia vir da sua imaginação fértil. É o que parece, mas se tentamos e vamos adiante com a loucura de resolver os prolemas complicados com simplicidade, encontramos o que é viver a vida em um estado ainda mais elevado de consciência: a liberdade de ser feliz!

Um comentário :

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!