Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

Nadar contra a maré...

Existem muitos padrões no mundo e um dos mais CULT de hoje em dia é "Nadar contra a maré". 
Pra mim, nadar contra a maré é não aceitar o meio de vida que te empurram ou não aceitar as coisas como elas são, por isso, quem 'nada contra a maré' pra mim, tem que fazer as suas coisas e tomar atitudes diferentes das pessoas que não estão nem aí pro resto do mundo.

Porém, muito do que eu vejo em ambos os casos é só um oportunismo diferente. Um nada com a maré, se aproveitando de pessoas inocentes. O outro nada contra a maré, mas se aproveitando das pessoas que acham o modo de vida ousado, criativo e os inspira, no final das contas, eles nadam com a maré, só que de ré!

Eu nado contra a maré, indo contra tudo que a sociedade acha normal, indo contra os pensamentos conformistas e acreditando que essa atitude não precisa ser violenta ou caótica (apesar de acreditar noa máxima: o caos gera mudança), acreditando que os exemplos e as boas práticas podem ser muito mais eficazes. Por isso, fico muito puto quando vejo pessoas que usam um modo de vida mais hippie mas com auxilio de fãs para angariar fundos e fazer dos seus sonhos uma realidade.

Fico mais puto ainda quando vejo nos discursos dessas pessoas uma atitude imperativa e despudorada de política e marketing. Simplesmente trocando as qualidades de um produto que você compra com cartão de crédito por um ideal que você paga com dinheiro vivo, e recebe uma lembrancinha ou um brinde feito à mão. Uma bela forma mascarada de vender sem o verbo "vender".

Podemos ver muitas das atitudes que achamos abusivas e o marketing agressivo adotando uma nova cara para agradar o público mais crítico e inteligente de hoje em dia, mas que na verdade é somente uma mudança de sentido, uma estratégia diferente para atingir o mesmo objetivo capitalista e comercial de sempre. Mas basta olhar com mais cuidado que vemos que nada mudou, só o garoto propaganda e as formas de pagamento. É a modernidade, não é?

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!