Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

Eu sei!

Eu prometo!
Eu sei, pode brigar comigo. (Especialmente pelos erros, livres, espalhados por aí). Pode brigar! Eu não vou te impedir. Eu sei que faz tempo que não apareço, que não te dou a devida atenção. Não encana, não é nada com você. O problema é que não é nada em especial.
Eu sei que você vai reclamar demais, e você devia saber que eu vou ouvir tudo com atenção, te olhando bobo e querendo te parar só pra destacar o quanto você é lindo(a)! Mas seria pior que declarar a 3º grande guerra mundial. (em caixa baixa... guerra não tem que ter destaque).

Sabia que eu acho você linda(o)!?
Eu sabia. E sei. Sei também que não importa que você brigue comigo. O que importa é estar com você! (Que tapa ardido! poxa...) Mesmo assim, eu sei que o tapa foi na emoção e a dor passa; o amor não. Estava morrendo de saudades dessa briga boba, e mesmo que sem razão, já faz parte da minha sina.

É, demora mas não falha, essa nossa vida de cão e gato é o que alimenta meu desejo. Dizem ser assim que tem que ser pra dar certo, não é? Eu sei que você vai me perdoar depois de aliviar o estresse, eu estarei pronto pra te dar um abraço apertado, dar risada de você e caçoar da sua cara; só pra começar outra discussão. É divertida demais sua cara de bravo(a) quando não faço o que quer. E mesmo depois de tanto tempo, você não aprende, não se controla. Basta uma risada franca e uma piada fora de hora e pronto: você fica pistola!

Ah fazia tanto tempo que eu não vinha pra cá... mas as aventuras que vou te contar vão pagar essa ausência. E sei que mesmo que te tire do sério, eu sabia que ia me esperar...
Adoro esse seu jeito bobo de ser previsível e indescritível sem se importar com mais nada, senão ser você mesmo(a). Só pra me endoidar...

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!