Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

Desculpa amigo, não sei desenhar - Whintney Polato...

Ao fazer um convite a alguns amigos para ilustrarem "O que é o Amor?", sou surpreendido por uma resposta maravilhosa que nem se fosse desenhada seria tão bela. Uma menina linda que conheci quando trabalhei no Hopi Hari, uma rainha branca, no jogo do xadrez da vida, Whintney me deixou sem palavras e autorizou que eu publicasse aqui seu escrito:

"Vi uma pergunta despretensiosa de um amigo: “O que é amor pra você?”. Lembrei de como eu olho pra um certo alguém e em como eu quero tocar seu rosto. Desculpa amigo, não sei desenhar. Tão pouco sou astuta em defini-lo, tão íntimo e tão singular. Sabe quando você vem ao mundo, nu, sem impressão alguma de nada ainda, sequer abre os olhos, pois a luz o cega, e grita, pois ao inspirar o ar seus pulmões ardem. Você precisa respirar. Assim, depois de tantos anos vividos, já aprendeu a falar, a andar, já chorou mesmo depois de já estar acostumado a respirar, alguém o concebe e te corta o fôlego. Vira algo metafísico, indescritível, o preenche e novamente vulneráveis, sentimos queimar por dentro (e de novo nus).
Amor pode ser isso que eu sinto por ele. Desculpa amigo, não foi uma pergunta dirigida a mim, ousadia minha intrometer-me. Desculpa amigo, eu não sei desenhar."

Conheça mais dessa menina linda, talentosa, artista e feliz!

Whintney Polato
“A menina alta do nome difícil” é a maneira que muito fui chamada por ter realmente tais características. Com 1,80 de altura e um nome que homenageia simplesmente uma das maiores cantoras norte-americanas de todos os tempos faz sentido tal definição.
Irreversivelmente nasci artista. Vivo nesse mundo que é só meu.

Blog: O Estranho Mundo de WP

4 comentários :

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!