Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

O poço...

Poço - Artista desconhecido
Algumas coisas podem te derrubar sem nenhum aviso, chegam e acabam com seu bom humor ou com seu dia. Outras acabam com sua força de vontade e com sua auto estima. Nada, porém, pode ser comparado a falta de vontade de viver e o processo, além de rápido é silencioso, o golpe é forte como um martelo e oculta-se facilmente como uma adaga. Você não sente na pele, na carne ou nos ossos, ele ataca o sistema nervoso e afeta todo o seu mundo todo de uma só vez. Desabilita suas sinapses e impossibilita os movimentos do corpo.
Tudo que resta é ficar onde está.

Você não tem vontade de levantar da cama, 
      de comer, de ir ao banheiro.
Você não quer tomar um sorvete no calor
      ou um chocolate quente no frio.
Não há nada. 
Não há mais nada que possa te fazer levantar.

Vale a pena? O que estou fazendo até agora, vale a pena?
E se eu parasse aqui, quanto tempo eu ainda existiria?
São os pensamentos que te aprisionam ainda mais. E eles insistem muito.
Você sabe que não é verdade, que não é real, mas não tem forças.
Nem mesmo consegue colocar a mão na cabeça para pensar.

Pensar sobre o que?
Me deixe aqui, sozinho, no escuro.
Estou tão cansado. Tão cansado de tudo isso.
Pode pedir silêncio por mim? Eu não consigo nem mesmo falar.

Agora é o momento final. E surge dentro de você uma esperança.
      Afinal, o fundo do poço é onde encontramos a oportunidade de sair dele.
Você sabe que não vai se afogar e a única coisa que consegue ver é a saída.
É o único caminho à partir daqui. É escalar e sair. Simples assim.

Com os pés no chão, o cansaço não parece mais tão grande.
Com o olhar no céu, há uma luz que te guia.
Com as mãos firmes, você pode conseguir.
Escale. Continue. Saia daí!

E depois de todo esse esforço, de todo o cansaço e de todos os desafios.
Finalmente você está livre.

Parece que foi desnecessário chegar ao fundo do poço.
Foi fácil sair, tão simples o que você fez, nem parece grande coisa.
As pessoas ao redor te reprovam, brincam com você.
      Não precisava de tudo isso cara! Ta carente?
E você não sabe porque, mas o poço parecia mais aconchegante...

Quando não havia julgamento, piadas e injustiças.
Quando ninguém tentava te empurrar lá pra baixo de novo
      Você apenas caiu, sozinho...
Quando sua esperança havia enfim retornado. Em silêncio.

Era bom lá embaixo e você sabia disso. Mas não é o seu lugar.
É melhor aqui em cima, mas as coisas tem de mudar.
As pessoas não sabem o que é o poço. Melhor assim. Não conte.
      Elas não vão acreditar em você...
Apenas espere que elas não descubram, nunca.

Espere que ao invés de te empurrar pra baixo, te joguem uma corda.
Que te ajudem a sair daquele poço solitário e então, eles entenderão.
Peça silêncio por um tempo. Nada de brincadeiras, nada de especulação.
E então o poço vai trazer prosperidade e amizade, nada mais.
      Para ninguém mais cair em depressão.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!