Escolha uma palavra e deixe o Umikizu falar sobre isso...

Pegunte-se...

Procurei por muitos lugares, respostas para perguntas que nem mesmo eu sabia porque perguntava. Encontrei respostas para perguntas que nem sabia que perguntaria. No meio, nos cantos e nas encruzilhadas, acabei conhecendo até mesmo diferentes interrogações, com exclamações ou reticencias. Nas respostas, também.

Ainda não encontrei o que eu queria. A vida é de buscas, de caminhos e de caminhar, continuar a se perguntar e receber respostas o tempo todo. Uma respiração profunda, uma interrogação que incomoda e uma resposta, certa ou errada. Os dias se intercalam entre físico e mental. Comemos arroz e feijão, pensamos algo aleatório depois de assistir televisão, trabalhamos, estudamos, fazemos os devidos afazeres, momento de limpeza, descontração e dormimos. Tudo isso sempre com uma questão surgindo atrás da outra. - Será que chove? - Levo casaco? - O que vou comer? - O que vai cair na prova? - Por que o sal faz mal? - E se eu ficasse em casa hoje? - Como pode uma pessoa matar a outra? - Etc? - etc? - Sim etc...

Mais um café? - Por favor!
Essa é a resposta mais simples, para a melhor pergunta do mundo.
E o mundo para, o tempo espera você deixar a mente mais agitada.
Mais um café. Mais perguntas e mais energia! Agora com pontos de exclamação.
Mais forte. O café, as perguntas e as respostas com certezas de cafeína.

O que pode dar errado?
Pergunte-se sempre. Mesmo que não goste de café.
Mesmo que não goste de fazer perguntas e ainda mais se não gosta de encontrar as respostas.
Questione, para que você não pare no tempo, não perca a cabeça, não deixe de viver.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente. Há um mar de pensamentos e você pode pescar um peixe que ninguém mais conhece. Assim são as palavras no mar do Umikizu!